Créditos da imagem - Pescara / Divulgação

Jogador brasileiro que atuava no futsal italiano morre vítima de infarto

Morreu nesta quarta-feira vítima de um infarto o jogador brasileiro de futsal Rogério Rocha, 38 anos. Ele defendia o Real Dem da Itália, país no qual fez praticamente toda a sua carreira e conquistou títulos de expressão, como a Taça Uefa pelo Pescara em 2011.

LEIA MAIS: Marcílio faz três, Sport vence o Náutico e assume liderança

Boca Júniors/Líder conquista primeira vitória no PE sub-20

ABC de Paulista estreia com goleada fora de casa

Santa Cruz vence em Goiana; Náutico fica no empate em Tamandaré

Natural de São Paulo, o pivô atuou com vários jogadores consagrados no futebol de salão como o pernambucano Manoel Tobias, Schumacher e Choco, além de ter passado por clubes como Carlos Barbosa e Corinthians antes de seguir carreira fora do Brasil.

Em 2003 chegou a Europa e foi jogar no Pescara, passou também por Napoli, Real Rieti, Perugia e Cittá Montesilvano, estes clubes do futsal italiano. Rogério passou ainda uma temporada na Espanha com a camisa do Movistar Inter (2007-2008).

MUNDO DO FUTSAL DE LUTO

Vários clubes por onde Rogério passou publicaram notas de pesar nas redes sociais assim como muitos jogadores de futsal, tanto ex-companheiros, como os que apenas admiravam o futsal do pivô que tinha como diferencial a força física.

O fixo do Movistar e Seleção Espanhola Carlos Ortiz publicou em sua conta no Instagram uma foto onde aparece marcando o brasileiro com o seguinte texto:  hoje é um dia muito triste para o futsal. Minhas condolências a família e amigos de Rogério, ex-jogador do Movistar Inter.

O argentino Max Rescia, ex-companheiro no Pescara,  também prestou sua última homenagem ao brasileiro através do Instagram: completamente triste, quero apenas me lembrar deste seu sorriso infinito.
Descanse em paz negão.

 

Compartilhe:
Matheus Silva

Jornalista com vasta experiência em coberturas esportivas, apaixonado por Futsal e atualmente Editor do Info Futsal.