Krona tinha um timaço em 2012. Créditos - Manolo Quiróz / Divulgação

Relembre os dois vice-campeonatos do Joinville na Liga Futsal

Chega de vice, o Krona/Joinville-SC quer finalmente soltar o grito de campeão da Liga Nacional de Futsal. O time catarinense está a 40 minutos de conseguir o feito inédito e para isso basta não sofrer gols no próximo jogo da final contra a Assoeva-RS, dentro do Cau Hansen, casa do JEC.

Em sua história o time chegou a duas finais de Liga e em ambas  encontrou Falcão em quadra. Claro que o camisa 12 não venceu sozinho, teve sempre um grande time por trás. Mas foi decisivo nas duas ocasiões e mostrou por que dificilmente perde uma final de LNF.

2007

Em 2007 a derrota foi para o super time do Jaraguá, patrocinado pela Malwee e dono, na época, do maior investimento no futsal. Um time que contava com Tiago (goleiro), Ari, Chico, Falcão, Lenísio e William. O rival catarinense foi bem superior nas duas finais, no primeiro jogo abriu 4×0 ainda no primeiro tempo numa atuação irreconhecível do Krona.

O placar final ficou em 6×1 e o Jaraguá passou a depender de um empate. Na Arena Jaraguá lotada o Joinville bem que tentou, fez uma atuação bem melhor mas perdeu por 5×3 e conheceu o primeiro vice na história da Liga.

2012

A história se repetiu em 2012 mas com protagonistas diferentes. Se por um lado a derrota não foi para um rival catarinense, por outro o JEC mais uma vez perdeu para o time mais rico do País na época. O Orlândia, da franquia Intelli, também foi comandado por Falcão e outra legião de craques como Guitta, Ciço, Vinícius, Marinho

O Joinville também tinha seus craques e chegou com grandes chances de título – Neto, Leandrinho, Ricardinho, Café, Vander Carioca formavam o timaço catarinense. No primeiro jogo, em Santa Catarina, o Orlândia levou a melhor e venceu por 1×0 com gol do garoto André.

Ciente de que precisava vencer no tempo normal o Joinville foi para o segundo jogo com tudo e abriu uma vantagem elástica ainda na etapa inicial. Com gols de Ricardinho (2x), Café e Leco os catarinenses abriram 4×0 e calaram a torcida do Orlândia.

Mas, do outro lado tinha uma dupla de canhotos que era capaz de reverter qualquer vantagem adversária. Falcão e Vinícius comandaram uma improvável reação do Orlândia e conseguiram o empate, garantindo o título paulista. Os gols foram marcados por Jé (2x), Falcão e Vinícius.

Em 2017 o adversário é um gaúcho que também busca o primeiro título, mas o Krona quer mostrar que não existe fantasma de vice-campeão no Cau Hansen.

Compartilhe:
Matheus Silva

Jornalista com vasta experiência em coberturas esportivas, apaixonado por Futsal e atualmente Editor do Info Futsal.