Sport campeão sub-20. Créditos - Bruno Carvalho / Info Futsal Imagens

Sport vence o Náutico, conquista o PE sub-20 e levanta a terceira taça em 2017

O Sport conquistou o bicampeonato do Pernambucano sub-20 e entrou para a história do futsal como um dos times mais vencedores na categoria até 20 anos. Na final deste sábado os rubro-negros venceram o Náutico por 3×1 no tempo normal, empataram na prorrogação (0x0) e ficaram com o título, com os três gols marcados por Bruno Henrique.

LEIA MAIS

Ceará tem o melhor futsal da região Nordeste

Super Técnicos do Futsal – Amaro Monteiro de Tamandaré

Com grande atuação, Náutico vence o Sport na primeira decisão

Renan diz que Taça BR é passado e pede time focado na final

Técnico do Náutico vê time pronto mesmo sem os Aflitos

Manoel Tobias tem recorde que nem Falcão consegue bater na LNF

Com a conquista o Sport garantiu vaga na Primeira Divisão da Taça Brasil do ano que vem e terá a chance de defender o título já que também é o atual campeão da Taça.  Com o Pernambucano o time chegou ao terceiro título no ano – Taça, Tronadon e Estadual, levantando também o troféu simbólico da tríplice coroa.

O JOGO

No geral o Náutico jogou melhor que o Sport e teve as chances mais claras de gol, especialmente na prorrogação. No tempo normal o Timbu tinha a vantagem do empate mas não se retraiu e desde o início manteve sua marcação alta para evitar que o Sport colocasse o seu jogo em prática.

A aposta rubro-negra no primeiro tempo foi nas jogadas individuais com Bruno e Thyago, que levaram a melhor em praticamente todas mas pararam nas defesas de Neto.  Mas em uma delas o goleiro alvirrubro não pôde fazer nada – Kebinho fez boa jogada pela direita e tocou rasteiro para o camisa 10 abrir o placar.

No segundo tempo o jogo foi mais equilibrado no início mas o Sport marcou outra vez com Bruno e aumentou a vantagem. O técnico Willington Lins entrou com goleiro-linha e diminuiu para 2×1. Chances claras apareceram para o empate alvirrubro mas aí veio a estrela do goleiro Wanderson.  Em um dos lances ele defendeu o chute de Matheus Cabo praticamente da pequena área. O Sport ainda marcou o terceiro com Bruno e levou o clássico para a prorrogação.

No tempo extra mais chances de gols perdidas pelo Náutico e grandes defesas de Wanderson. O placar ficou em 0x0 e o Sport por ter a vantagem do empate sagrou-se campeão pernambucano sub-20 de 2017.

NA BRONCA

Ao final do jogo os alvirrubros ficaram indignados com a arbitragem. O Náutico reclama de dois pênaltis a favor não marcados pelos árbitros. No primeiro um entrada forte, por baixo, em Augustinho de dentro da área; na etapa final a bola teria batido na mão de Kebinho mas o árbitro mandou seguir. O jogo terminou em confusão entre alguns jogadores do Timbu e os árbitros.

Compartilhe:
Matheus Silva

Jornalista com vasta experiência em coberturas esportivas, apaixonado por Futsal e atualmente Editor do Info Futsal.