Torcida do Tamandaré tomou conta da quadra de jogo. Créditos - Matheus Silva / Info Futsal Imagens

Final do Adulto termina em confusão e título pode ser definido na Justiça

A final do Campeonato Pernambucano Adulto de Futsal, entre Tamandaré x Asec/Garapa de Caruaru, terminou antes do apito final por conta de uma confusão envolvendo as duas equipes. A partida foi disputada na quadra do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), em Barreiros, com o ginásio completamente lotado. A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas para fazer a segurança do evento.

O primeiro tempo foi disputado normalmente mas no intervalo houve um tumulto que se iniciou quando o goleiro Gustavo, do Asec, se dirigiu para falar com o presidente da Federação Pernambucana de Futsal (FPFS), Luiz Cláudio de Carvalho,  sobre o andamento do jogo.

Alguns torcedores do Tamandaré ficaram irritados com a atitude partindo para cima do goleiro caruaruense e as duas equipes iniciaram a confusão.  A polícia usou spray de pimenta para acabar com o tumulto mas o gás  logo se espalhou pelo ginásio fechado e atingiu todos que estavam nele, a maioria quem não tinha nada a ver com a briga.

QUEM TEM BOCA DIZ O QUE QUER

Quando tudo parecia caminhar para a normalidade veio outro problema, e que desta vez encerrou qualquer esperança de a partida ser retomada. O prefeito da cidade de Tamandaré, Sérgio Hacker,  pediu a palavra aos repórteres da Rádio Panorama Esportivo e garantiu que  o jogo seria reiniciado normalmente. Em seguida ele usou palavras insinuando que o presidente da FPFS estivesse prejudicando de alguma forma a equipe de Tamandaré.

“Boa noite pessoal. Meus amigos, todo mundo aqui me conhece, essa torcida maravilhosa. Estou pedindo um pouco de compreensão, vamos sentar no nosso lugar. Tá aqui a Federação roubando contra a gente. Luiz Cláudio pega um patrocínio de um time que apoia o Asec (referindo-se ao Garapa) e vem pra cima da gente roubar.”

“Vamos respeitar e continuar o nosso jogo. Dar porrada dentro de quadra e mostrar que ladrão não tem vez aqui não”, disse o prefeito.  Com tanta confusão o Asec resolveu não voltar mais para o jogo e a partida foi c cancelada.

Os clubes agora vão aguardar a decisão da Justiça que vai tomar à frente do caso e definir o que vai acontecer com a decisão do Adulto. O resultado sai no meio desta semana.

RUSGAS DO PASSADO

No primeiro jogo entre Tamandaré x Asec, vencido pelos caruaruense por 4×1 na Capital do Forró, houve também tumulto entre os dois times. Na ocasião não havia policiamento e o jogo só foi retomado quando a PM chegou.

Compartilhe:
Matheus Silva

Jornalista com vasta experiência em coberturas esportivas, apaixonado por Futsal e atualmente Editor do Info Futsal.