Duelo entre o sub-20 do Náutico contra o Asec nas semifinais Créditos da imagem - Asec Caruaru

FPFS não vê motivos para punir Asec por incidentes em Caruaru na final do PE Adulto

A punição imposta ao Tamandaré Futsal de jogar o restante da final do Pernambucano Adulto com portões fechados fez o torcedor da equipe reclamar bastante nas redes sociais. A  principal queixa para a Federação Pernambucana de Futsal (FPFS) era que no primeiro jogo também houve confusão entre Asec e Tamandaré, mas o time caruaruense não foi punido por ser o mandante neste dia.

Leia mais – 

Final do Adulto será com portões fechados

Ceará tem o melhor futsal da região Nordeste

Gols do título do Sport no sub-20

Confusão mancha final do PE Adulto entre Tamandaré x Asec

Super Técnicos do Futsal – Amaro Monteiro de Tamandaré

Sport é campeão sub-20 de futsal após vencer o Náutico

Segundo a FPFS as situações envolvem os mesmos personagens mas com desfecho diferente,  por isso foram julgadas e interpretadas de maneiras distintas. Em Caruaru o ginásio não estava lotado e o problema envolveu o goleiro Gustavo e a torcida do Tamandaré. Neste dia não havia policiamento no Sesc de Caruaru e o jogo só retornou com a chegada das autoridades.

” A arbitragem parou o jogo mas a polícia foi acionada e a final voltou normalmente sem nenhum incidente até o término da partida. Foi um fato isolado atrás de uma das barras, mas não houve agressão física aos jogadores e nem tumulto generalizado”, disse o presidente. Na situação em Barreiros o jogo estava no intervalo quando houve outra desavença entre o goleiro caruaruense, que chegou a ser empurrado, e torcedores do time da casa.

Algumas pessoas ligadas ao Asec entraram em confronto com torcedores de Tamandaré, que estavam em maioria, causando uma grande confusão na quadra da IFPE. A polícia precisou usar spray de pimenta para controlar a situação, o que fez com que todos no ginásio lotado sofressem com o uso do artefato.  A quadra estava lotada e o time da Capital do Forró alegou não ter condições emocionais para seguir na partida.  Todos esses fatos em Barreiros como também em Caruaru foram levados em consideração pela procuradoria da FPFS.

No entendimento da entidade apenas o incidente em Barreiros colocou o andamento da final em condições perigosas.

JOGO TRANSFERIDO

As equipes então se enfrentam nesta quarta-feira, às 20h, no Santos Dumont, em Boa Viagem, para jogar o segundo tempo e com portões fechados. O empate é da Asec e o Tamandaré precisa vencer no tempo normal e jogar por um empate na prorrogação.

Compartilhe:
Matheus Silva

Jornalista com vasta experiência em coberturas esportivas, apaixonado por Futsal e atualmente Editor do Info Futsal.